Let’s do it.

Tenho muita dificuldade em me desfazer de coisas. Das mil coisas que vou acumulando, e que, decididamente, para muitas está chegada a hora de marcharem. Hoje ainda foram só papéis. Mil papéis! Etiquetas, tickets, recibos, revistas, cartões, folhetos daqueles bonitos, embalagens de maquilhagem (sou daquelas que transportam a maquilhagem dentro das caixinhas originais), enfim, tanta mas tanta tralha..

Sinto-me bem a descartar, a esvaziar. Tenho roupas com mais de 25 anos, casacos com mais de 15, coisas que muitas delas nunca mais usei. Umas por uma razão, outras por outra. Se há 25 anos vestia o 34 e agora visto o 38 é óbvio que há coisas que têm que ser descartadas. Há uns 4 anos enviei para uma igreja uns 5 ou 6 sacos gigantes de roupa. Acho que está na altura de fazer nova escolha. Deixar os armários ficarem mais organizados, mais fluidos, mais espaçosos. Há coisas que nunca mais vou voltar a vestir. Para quê guardar?! Não faz sentido.

A minha enxaqueca está aqui em banho maria. Apaziguada pela medicação. Estou de pijama e cara lavada. Não passei a escova ainda. Nem limpei os óculos.

Parecia que ia chover só que não. Está aquele sol de Inverno forrado a vento cortante. Mesmo óptimo para arrumações.

**