Run, Run, Run

Temperaturas de Inverno espectaculares, céu com com sol a por-se e com nuvens. Cheio de riscos e traços. Uma vontade enorme da boa sensação que o exercício proporciona.

O mal (ou bom) do exercício é começar. Basta o arranque. Basta vir aquele cansaço espectacular dos finais de treino. O acumular do ácido lácteo. O dar uso às roupas de treino. O ritual de por tudo para lavar, estender, fazer o saco do ginásio de novo. Mal retomo o ginásio pergunto-me a mim mesma como, durante tanto tempo, não se conseguiu focar o corpo em algo que lhe faz tão bem?! Como perdemos toda a força e energia?! Como nos sentimos mais cansados do que se tivéssemos corrido meias maratonas ou mais?! Porque manda a cabeça em tudo?! Em completamente tudo?!

Amanhã entram novos projectos.

**