Done.

Não vejo ninguém neste ginásio a pesar-se. Nunca. A não ser as novas admissões para PT’s. De resto está mais que provado que toda a gente tem em casa uma balança de bioimpedância, onde pela App registam diariamente todos os resultados. Tenho quase a certeza disso. Uma vez explicaram-me que o peso não interessa nada, que o que interessa é o aspecto. Sempre que regresso ao ginásio aumento o peso e bem. E não, não como mais. Pelo contrário, tendo a fechar mais a boca. Logo são capazes de ter razão aqueles que alvitram que isto é capaz de ser massa muscular. Em calhando, é sim.

Não gosto (muito) de treinar dias seguidos mas se tiver que ser lá vou. Também não gosto de acordar às 6 e tal da manhã e acontece todos os dias.

Hoje na passadeira estava a lembrar-me das minhas pancas no ginásio e com o exercício:

  • Começo sempre a actividade desportiva com a passadeira, caminho até ao minuto quatro e depois corro do quinto ao décimo primeiro.

  • Tenho sempre água aromatizada (H2O da Prozis) com sabor a Pina colada, uma saqueta dá-me para 3 treinos.

  • Levo sempre a toalha, o telemóvel e os auriculares.

  • Treino sempre na mesma passadeira (embora existam mais umas 15) e no mesmo remo. Se estiverem ocupadas espero que fiquem livres e faço outros exercícios.

  • Faço quase sempre a mesma sequência de máquinas, pela mesma ordem.

  • Treino sempre de cabelo apanhado.

  • Acabo sempre o treino na bicicleta sentada, depois disso só alongo.

  • Sinto sempre uma sensação espectacular no fim. É por ela que faço exercício.

**