10/…

Passaram 10 dias desde que estou fechada em casa. Não tenho ido à rua. Nem para caminhar, nem para dizer olá às vizinhas, nem para ver o correio. Não tenho ido e ponto. Hoje foi a primeira vez que fiz uma caminhada com mais uns passos consideráveis. Tenho feito muito exercício com o YouTube. Tem sido o que me tem valido.

Sinto-me assim meia estranha. Assustada. Como se não conseguisse perceber a informação que me chega. Se mais 260 casos é um número bom ou mau. Se 12 mortos, mais 6 que ontem, é um número abaixo ou acima do que seria expectável. Olhando para os números internacionais há tão grandes disparidades que é necessário fazer regras de 3 simples para perceber em que caminho estamos.

Dizem que as pessoas se devem vestir e maquilhar e arranjar, tudo como se fossem sair, mas nessa equação sou uma fraca e ando quase sempre de pijama. E faço mal eu sei.

Obrigada aos que trabalham de sol a sol. Aos que não estão de quarentena e põem o País a mexer. Os heróis não são só médicos. Os heróis são todos vós.

**