17/…

Saio muito pouco de casa. Quase só vou despejar o lixo mas por vezes sinto uma necessidade enorme de apanhar o ar da rua, que não, não é aquele que apanhamos na varanda. Tenho a sorte de poder fazer caminhadas sem avistar vivalma, estar apenas rodeada de ervas, ervinhas, flores e florzinhas.

Sinto uma ansiedade enorme com os números que nos chegam diariamente. De todos os lados, os nossos, os de Itália, de Espanha primeiramente e depois em decrescendo com os outros países. De facto há líderes de potências mundiais que abomino para não dizer que detesto. E que têm posturas tão inadequadas em tudo isto que nem os consigo ouvir..

Já ouvimos todos diferentes datas para o pico da pandemia no nosso País. Já ouvi 9 de Abril, 14 de Abril, inícios de Maio e agora vai em finais de Maio e eu tenho muito medo do que ainda aí vem. Medo, muito medo mesmo.

Hoje foi o 17 dia, para 40 ainda faltam alguns.

**